Aviso Aos Leitores!

Recentemente, este Enquirídio encontrou algumas dificuldades em sua configuração, restando fatalmente desativado por algum período. Contudo, restabelecidas as conexões, novos conteúdos serão publicados em breve, valendo ressaltar que todos os textos são refletidos e ponderados antes de serem postados, uma vez que os temas abordados merecem toda lapidação ao seu adequado tratamento. Neste sentido, talvez haja um lapso temporário maior entre uma ou outra publicação, mas jamais interrupção!
Continuar Lendo

A Dieta dos Quatro Elementos

Basta realizar uma breve pesquisa para perceber a quantidade de pessoas que buscam em dietas imediatas o resultado definitivo para problemas de alimentação. Também são incontáveis as ofertas dos milagres dietéticos, principalmente entre personalidades populares, enaltecidas pelos programas de televisão e canais de YouTube. Contudo, nenhum dos regimes apresentados levam em consideração as necessidades básicas do corpo humano de maneira integral, observando a essência que mantém o seu correto funcionamento, seja em sentido material ou mental.
Continuar Lendo

Michelangelo, Arte, Deus e Você

Segundo o livro A Arte Secreta de Michelangelo, teria deixado o clássico pintor algumas pistas anatômicas em suas obras artísticas, desde rascunhos em cadernos até afrescos na Capela Sistina, sendo a mais conhecida, ousa-se dizer, aquela cujo nome muitos desconhecem, mas lembram-na quase que intuitivamente pela enorme relevância cultural, qual seja, A Criação de Adão. Apesar da nítida semelhança entre a composição e a anatomia do cérebro humano, será que existe mais alguma mensagem velada naquela pintura?
Continuar Lendo

O Vazio: Dois Lados da Mesma Moeda

Existem duas maneiras de se interpretar o "vazio" do contexto humano: uma, ocidental, relembrada pelos antigos quando dizem que "cabeça vazia é oficina do diabo"; outra, oriental, recitada por monges quando explicam que "é preciso esvaziar a mente para compreender algo novo". Vários termos são dualísticos, porém dependentes de conceitos que certamente são atribuídos com respaldo em alguma doutrina, por exemplo, católica ou zen-budista, restando ao símbolo originado repercutir taxativamente entre os obstinados, gerando discórdia pela mera e egoica incapacidade de adequação.
Continuar Lendo

Complexo-R ou Cérebro Reptiliano?

Costuma-se atribuir nomes às coisas para facilitar a identificação e transmissão do conhecimento acera do que quer que seja. Entretanto, dependendo do segmento, uma informação "A", assim designada, por exemplo, pela ciência moderna, pode corresponder a "B" noutra vertente. Este processo de significante (objeto) e significado (valor) é muito útil no mundo contemporâneo, mas também bastante traiçoeiro, uma vez que as referências dependem de fatores, às vezes, circunstanciais, mesmo que se alastrem demasiadamente pelo tempo. Então, uma coisa pode ser outra?
Continuar Lendo

Deus Não Aceita Barganhas

O conto de João e o Pé de Feijão é o clássico exemplo da barganha, onde é possível obter ganhos mediante sacrifícios aparentes. Apesar disto, nesta ficção não existem motivos para preocupações, pois tudo acaba com um final feliz. Seria intrigante se o mesmo padrão de acontecimentos ocorresse mediante pechinchas com o Tao, a Onisciência, a Onipotência e a Onipresença criadora, mantenedora e destruidora do Uno e do Verso. Não se preocupe com estes conceitos, pois todos serão explicados nesta postagem.
Continuar Lendo

Eu Sou a Ciência: Vaidade Acadêmica

Diversos estudantes no âmbito acadêmico simplesmente não conseguem contribuir na formação do conhecimento, principalmente em nível de graduação. Dentre os fatores, excluindo-se os casos óbvios de desinteresse discente, orientadores obstaculantes e bancas viciadas são determinantes ao atraso das pesquisas no Brasil, restando a própria ciência abalada, cujas balizas se encontram tão relativizadas que terminam se assemelhando, para não dizer se tornando, discursos políticos absurdamente romanizados, porém com notas de rodapé.
Continuar Lendo

San Junipero e a Eutanásia

Quase todas as religiões existentes no planeta se ocuparam em buscar conhecimentos para responderem uma questão inerente ao pensamento humano mais coletivo que existe: o que acontece depois da morte? Enquanto algumas crenças explicam este fenômeno com vislumbres sobre a reencarnação, outras examinam a possibilidade de a vida persistir em outras dimensões. Visando acabar com tantas dúvidas, Black Mirror no seu terceiro episódio da terceira temporada resolve apresentar uma proposta para ninguém colocar defeito.
Continuar Lendo

Por Um Jesus Mais Humano!

Uma das críticas menos comuns aos evangelhos cristãos é sobre a omissão de características puramente humanas de Jesus, incluindo o significado de sua ressurreição ou renascimento. Muitos compreendem esse fenômeno como verídico, contudo denotativamente, comprometendo a proximidade das pessoas aos exemplos mencionados em diversas passagens da bíblia, qualificadas como dignas somente de um autêntico messias, enviado por Deus para ser aquilo que os homens não procuram ser. Isso prejudicou muito a imagem de Cristo como modelo de bem-aventurado.
Continuar Lendo

Inspirando ou Influenciado: Como Você se Sente?

Embora sejam apenas palavras simples, utilizadas diariamente sem maiores reflexões, necessitam do emprego correto para que o contexto possa revelar seu sentido apropriadamente. Doutra forma, sempre haverá confusão ou, como ocorre atualmente, aplicabilidade diversa, promovendo inicialmente a descaracterização do termo e, num segundo momento, a própria subversão do contexto. Existe uma real diferença entre inspiração e influência, inclusive com um valor benéfico e maléfico, motivo pelo qual a certa empregabilidade poderá lhe ajudar na percepção de outras questões cotidianas.
Continuar Lendo

Todos Merecem um Código Moral!

Embora não funcione, praticamente todos os lugares supostamente democratizados possuem leis que deveriam nortear a conduta do povo perante a nação, desde um simples trabalhador até um funcionário do mais alto cargo governamental. Infelizmente, parece que injustiças decorrem mais deste sistema, uma vez que os investimentos a longo prazo para o desenvolvimento da civilidade são extremamente deficientes, inexistindo também fiscalização satisfatória para o cumprimento dos ordenamentos. Diante deste cenário caótico, nenhuma solução parece viável, correto?
Continuar Lendo

Método Terapêutico Imagético

Várias são as terapias desenvolvidas por seus respectivos profissionais, desde as mais objetivas até aquelas que demandam um grau de abstração maior. Contudo, nenhuma consegue ser tão bem colocada quanto aquela que pode ser desenvolvida através de uma narrativa lógica e contextual, donde todos os elementos coadunam para a extração de informações fortemente guardadas em regiões inexploradas ou evitadas do inconsciente. Através de um simples conjunto de imagens específicas, praticamente qualquer questão estritamente mental pode ser resolvida.
Continuar Lendo

A Democracia Quantitativa

Principalmente no Brasil, democracia sempre foi condicionada aos ditames da maioria. Prerrogativa falha, uma vez que outras hipóteses, inclusive legais, recaem para melhor balizar a necessidade do povo, pois todos são demandantes de algo, porém dentro de suas próprias medidas. Neste sentido, será que uma minoria não necessita de nada? Aquelas pessoas que ficaram no "lado dos perdedores" não merecem ser ouvidas? Quem sabe penas devam se conformar com os efeitos do sistema democrático, respeitando incondicionalmente as imposições dos "ganhadores"?
Continuar Lendo

O Problema da Institucionalização

Durante as últimas décadas, praticamente todas as reivindicações populares (advindas do próprio povo) passaram a pertencer a um ou outro partido político específico, elevando supostamente o nível da necessidade pleiteada, embora nem todos os demandantes precisem ou concordem com apadrinhamentos partidários, passando estes a serem considerados por aqueles como divergentes e automaticamente inimigos por se recusarem a interagir com a causa de forma unitária. Este processo de adesão e exclusão são típicos das institucionalizações.
Continuar Lendo

Como Crer na Ciência da Crença?

Dentre as mais variadas polêmicas atuais, principalmente pelas diversas correntes conspiratórias sobre tudo o que existe e mais um pouco, surge uma questão realmente merecedora de atenção: quando crer na ciência se torna crença. Talvez por ausência de comprovação ou inviabilidade de meios, mas diversas informações rotuladas por científicas terminam sofrendo pela própria estrutura cartesiana, ou seja, daquele método que proporciona o conhecimento de algo por e para todos, contanto que aplicadas determinadas racionalidades.
Continuar Lendo

Qual o Todo da Lei de Crowley?

Esta postagem não tem por objetivo revelar o que é o "todo da Lei", principalmente pela extensão que demandaria, causando uma leitura morosa e deveras complicada. Definitivamente, ninguém em sã consciência deveria tentar algo deste gênero, pois, mesmo que para si tudo reste muito claro, será impossível transmitir o conhecimento adquirido, uma vez que cada qual somente detém aquilo que deseja, sendo a ignorância ou desconhecimento puro reflexo de uma vontade a ser respeitada. Assim sendo, seguem adiante algumas reflexões sobre ao que se condiciona a premissa "faz o que tu queres".
Continuar Lendo

O Fator Determinante no Processo Terapêutico

Certo individuo, compartilhando um pouco de sua biografia, revelou que possuía certos receios, desdobrados geralmente em questionamentos sobre pessoas estranhas ao seu convívio no intuito de perceber se elas detinham determinadas características que lhes parecem intimidadoras. Padrão de pensamento que se repetia a cada nova relação interpessoal, porém em face de apenas um dos gêneros. Dentro da literatura psicológica, alguns termos buscam classificar a conduta para melhor compreender a pessoa em seu contexto, muito embora não possa ser classificado como tratamento.
Continuar Lendo

A Ciência da Natureza

Através da ciência, fenômenos naturais anteriormente incompreensíveis passaram a ser reproduzíveis e utilizáveis em larga escala, desde gigantes geradores de energia até minúsculos processadores de dados. Sintomas clínicos, antes indecifráveis, rapidamente são identificadas por escaneamentos corporais em aparelhos de ultrassom. Trabalhos penosos, dificilmente empreendidos anteriormente, agora são desenvolvidos por robôs inteligentes, capazes de realizar tarefas em números impossíveis aos limites humanos. Entretanto, algo parece estar passando despercebido.
Continuar Lendo

Estar ou Ser Consciente?

Existe uma enorme diferença entre estar e ser consciente. Num determinado momento, ou seja, dentro de um espaço finito de tempo, é possível compreender a consciência como o conjunto de todos os conhecimentos capazes de definir tão somente o próprio espaço dimensional sem influenciar, direta ou indiretamente, os limites alheios. Se for possível à alguém manter esta percepção numa constante sem quaisquer variações, independentemente de qualquer situação hipotética aventada nos planos da existência, este sequer existirá.
Continuar Lendo

Realize os Seus Sonhos com Potes Mentais

Existe uma técnica pouco difundida em essência voltada à concretização de objetivos, desde aprovações em exames até aquisições de bens em espécie, reconhecida meramente pelas conceituações duvidosas, derivadas de obras como O Segredo, embora seja verdadeiramente eficaz, porém quando compreendida em profundidade. Inexiste qualquer "lei da atração" independentemente de ação, motivo pelo qual este Enquirídio busca apresentar adiante um exercício fácil para que aqueles que se permitem conhecer novas perspectivas atinjam suas metas.
Continuar Lendo

Como o Destino Se Revela

Dentre as definições mais simples sobre o que é o destino, embora não responda certamente a questão, resolvendo apenas o problema imediato, gerado principalmente pelas aflições do ego, destaca-se aquela proveniente de um dos diálogos no filme O Último Samurai, quando o protagonista Nathan Algren, interpretado por Tom Cruise, responde aos questionamentos de Katsumoto Moritsugu, personagem representado por Ken Watanabe, dissolvendo concepções insensivelmente deterministas, existentes em diversas crenças até os dias de hoje.
Continuar Lendo

Seres Iluminados, Literalmente

Costuma-se dizer que aqueles que atingiram a plena consciência são seres iluminados. Dentre os mais conhecidos, destacam-se Krishna, Cristo e Buda. Exemplos inconfundíveis, embora existam outros de grande importância como Lao Tsé, Krishnamurt e Osho (citando apenas estes perante uma extensa lista). Acontece que atualmente o conceito de iluminação é diferente, pois ninguém parece consciente enquanto estão literalmente iluminados, quando os rostos passam a refletir o brilho da tela dos aparelhos telefônicos chamados (mono)celulares.
Continuar Lendo

Como Afastar os Dementadores da Vida Real

Sim, Dementadores Existem! Isto restou evidenciado nesta postagem, que explica as principais características, conforme critérios presentes nas obras de J. K. Rowling, assim como reconhecer estas criaturas no contexto real, independentemente do ambiente em que estejam inseridas. Contudo, para melhor abordar o assunto, este Enquirídio preferiu fazer uma pequena separação didática, uma vez que, assim como numa classe de Defesa Contra as Artes das Trevas, será revelado adiante como conjurar o Expecto Patronum, feitiço capaz de repelir os "sugadores de almas".
Continuar Lendo

Sim, Dementadores Existem!

Certamente você já deve ter percebido em algum lugar a presença de pessoas simplesmente negativas, capazes de drenar as energias daqueles que estejam ao seu redor, deixando-as apreensivas, desmotivadas ou depressivas, embora nada tenham feito de maneira exteriorizada, mas apenas para com elas mesmas. Caso tenha lido ou assistido a saga Harry Potter, resta nítido que as descrições mencionadas combinam perfeitamente com os Dementadores, criaturas que se alimentam de bondade humana, conforme explanações deste Enquirídio colocadas adiante.
Continuar Lendo

Ser ou Estar? Eis a Questão

Na postagem Você É o Que Produz? este Enquirídio propôs uma reflexão sobre os valores que a famigerada sociedade incute ao aspecto que alguém possa aparentar. Adentrando um pouco mais neste mérito, vale questionar também a diferença entre ser e estar, pois, embora não pareça, há uma enorme diferença e suas implicâncias somente serão incididas posteriormente. Portando, não se trata de uma mera questão gramatical, mas perceptiva, uma vez que, enquanto uma se relaciona ao conteúdo essencial humano, a outra se baseia tão somente no contexto social.
Continuar Lendo

Você É o Que Produz?

Diante de uma sociedade analítica, donde muitos necessitam de referenciais comprobatórios para se permitirem aos relacionamentos interpessoais, catalogando e separando o útil do descartável, será que as referências oriundas dos esforços voltados à produção de valores monetários são suficientes para determinarem as potencialidades de alguém em meio aos seus semelhantes? Quem sabe estes limites sociais não sejam apenas reducionismos para que cada um possa se sentir confortável e seguro sobre as estruturas humanas que os circundam?
Continuar Lendo

Assim Falou Jerusalém

No filme Kingdom of Heaven, Balduíno IV, o Rei de Jerusalém, num dos seus primeiros encontros com Balian, personagem interpretado por Orlando Bloom, observando um tabuleiro de xadrez a sua frente, disse-lhe: "lembre-se que independente da forma como forem jogados ou por quem, sua alma pertence apenas à você, mesmo que aqueles que te induzirem a jogar sejam reis ou homens de poder. Quando você estiver diante de Deus, você não pode dizer: 'mas me foi dito por outros a fazer assim', ou que a virtude não era conveniente no momento. Isso não será suficiente".
Continuar Lendo

Carma, Transmigração e Carl Sagan

Muitas culturas, tanto orientais como ocidentais, costumam condicionar os efeitos cármicos aos eventos ocorridos em vivências anteriores, restando à vida corrente uma chance de diminuí-los, evitando consequentemente suas perpetuações em outras encarnações. Contudo, perspectiva mais contemporânea revela maior preocupação com o momento presente, uma vez que grande parte da população mundial termina endereçando suas responsabilidades aos tempos futuros e passados, muitas vezes se valendo destes conceitos ancestrais.
Continuar Lendo

A Literal Queda de Um Ministro

Vale registrar, embora como memória de uma nação perturbada, acontecimento que beira o absurdo da coincidência, principalmente no âmbito jurispolítico brasileiro. Diante de um cenário caótico, onde diversas corrupções estão sendo expostas no processo conhecido por Lava Jato, falece num acidente de avião o relator das denúncias que podem incriminar membros do alto escalão do governo. Parece bastante conveniente interromper o andamento das análises de depoimentos quando usurpadores do Estado estão para perderem suas presas.
Continuar Lendo

Liberdade! Igualdade e Fraternidade Jamais!

Em 2015 o mundo inteiro se aterrorizou diante dos assassinatos em Charlie Hebdo, quando na ocasião morreram os principais idealizadores daquele jornal, críticos que buscavam através de "sátiras inofensivas" expressar suas opiniões sobre assuntos diversos, especialmente religiosos. Desde então, aqueles que assumiram suas publicações insistem em continuar explorando a "liberdade de expressão", mesmo sobre assuntos de causas naturais como a tragédia que acometeu a população italiana, fatalizando mais de duzentas pessoas em três lugares diferentes.
Continuar Lendo

Do Governo, Para o Governo, Pelo Governo

No ano de 1863, Abraham Lincoln, enquanto defendia a liberdade num discurso proferido em Gettysburg, revelou seu íntimo desejo sobre um governo "do povo, pelo povo e para o povo", tragicamente interrompido pouco tempo depois, quando fora assassinado, morrendo consigo toda esperança política que um dia a própria antiga filosofia grega já havia sepultado. Infelizmente, maioria das pessoas no Brasil ainda teimam em acreditar numa estrutura autoprotetiva, cujas prerrogativas convergem aos interesses exclusivos da classe protegida: os políticos.
Continuar Lendo