Praticando a Observação da Mente

Pense por um minuto sobre quantas vezes você se curvou diante de supostas necessidades pessoais, adotando determinadas posturas, mesmo sabendo que essas mais adiante o deixariam desconsertado, arrependido ou frustrado. Muitas pessoas agem equivocadamente por não compreenderem os poderes da mente, que por ser negligenciada, acaba subvertendo a própria vontade, como se fosse uma criança sem limites, cujo impulso proveniente da ingenuidade se torna um alvo muito fácil perante as ofertas de um mundo materialista, competitivo e individualizado.
Continuar Lendo