A Pressa de Chapecó

Segunda trágica para todos que se solidarizaram com a queda do avião que transportava o time de Chapecó de Santa Cruz de La Sierra (Bolívia) para Medellín (Colômbia). Dentro dos primeiros instantes, ninguém sabia as possíveis causas do acidente, que ainda permitiu a sobrevida de algumas pessoas que estavam a bordo. Contudo, informações trocadas entre o piloto e o centro de controle revelaram "falta de combustível" da aeronave para completar o trajeto. Certamente, saber deste "pequeno detalhe" reverberou sentimentos de punição aos irresponsáveis.
Continuar Lendo

Polarização e Suas Lições

No Brasil, assim como noutras partes do mundo, o fenômeno da polarização, cuja existência remonta séculos a fio, desde as controvérsias Anunakis ou Bíblicas até divisões nitidamente físicas como o Muro de Berlin ou a Grande Muralha da China, está ganhando cada vez mais espaço na vida das pessoas. Graças aos ambientes virtuais, atualmente é possível tomar um café da manhã debatendo qual cor é melhor: amarelo ou violeta. Logicamente, aqueles mais dependentes das redes sociais são os mais afetados. Contudo, será que isto realmente é necessário?
Continuar Lendo

Quanto Vale Um Like?

Depois de inventarem a moeda como forma de trocar quantias, não necessariamente por outras quantidades, mas por um símbolo que as representassem enquanto valores, mesmo passando a existirem diversos fatores de influência como o petróleo, as ações, os juros, talvez uma das mais modernas invenções monetárias tenha sido realmente o like button (botão de curtir). Entretanto, adotar esta nova medida e a partir dela usufruir de um comércio virtual poderá custar muito caro na conversão cambial, cujas taxas geralmente vinculam a perda da saúde, tanto física quanto mental.
Continuar Lendo

A Culpa é Dele, Não Minha!

É muito fácil jogar a culpa nos demais. Embora existam inúmeros problemas causados por diversas pessoas, geralmente é mais conveniente despejar os encargos das coisas num completo estranho ao ter que buscar dentro de si aquela parcela de responsabilidade sobre isto ou aquilo ter acontecido. Esta reação parece ser ampliada ao lado doutros que também pensam da mesma maneira, como se tudo conspirasse contra eles. Contudo, basta perceber que o que muda é a perspectiva. Mudando a forma de se enxergar, talvez o maior culpado seja o próprio acusador.
Continuar Lendo

Nem no Futuro, Nem no Passado

Talvez a ausência de consciência acerca do presente seja um dos maiores problemas que circundam as pessoas na modernidade pós virtualização. Embora os pesquisadores ainda não tenham desenvolvido métodos para viajar no tempo, parece que tal limitação científica não foi capaz de impedir aqueles que perambulam entre o passado e o presente, nutrindo em si próprias sentimentos de nostalgia e expectativa, mesmo que carregados de rancores e ansiedades, acarretando doenças mentais aparentemente não solucionáveis, apesar do remédio ser acessível e gratuito.
Continuar Lendo

Disciplinando o Uso do Facebook

Perante a ampliação dos relacionamento por intermédio das redes sociais, algumas pessoas simplesmente não conseguem romper o vínculo com ambientes online como o Facebook, deixando de se relacionarem presencialmente com suas famílias, amigos ou mesmo pessoas completamente desconhecidas, talvez um garçom de restaurante ou um vendedor de loja. Aparentemente tudo está disponível nestes lugares virtuais, inclusive problemas. Contudo, sempre é possível praticar o autocontrole para não cometer excessos que certamente acarretarão perda de saúde físico-mental.
Continuar Lendo

Nenhuma Sociedade Quer a Sua Liberdade

Existe um trecho de conferência proferida por Osho que compõe um dos principais fundamentos deste Enquirídio. Diversas pessoas replicam o termo "sociedade" sem qualquer compreensão a cerca do seu significado. Certamente há diversas aplicações para este termo, mas todas condizem com reunião, agremiação, associação etc. Somente aqueles que se encontram inseridos numa destas relações podem ser considerados dignos do "padrão". Aos que desejam entrar, mas que ainda não cumprem os "requisitos", restam marginalizados.
Continuar Lendo

Caridade Não é Negociata

Diversas organizações no Brasil costumam pregar a caridade, realizando, conforme próprias perspectivas, trabalhos voltados a manutenção da vida de pessoas desamparadas, que de uma maneira ou de outra não foram contempladas com recursos financeiros neste sistema socioeconômico moderno. Entretanto, diferentemente do que muitos acreditam, praticar gestos caridosos dispensa qualquer interesse subjacente, seja de cunho religioso, político, ideológico etc. Ajudar alguém visando um benefício futuro, mesmo discretamente, continua sendo cármico e imoral.
Continuar Lendo

Moral e Ética Acima da Lei

Compreender moral e ética parece simples. Contudo, maioria das pessoas não sabem a diferença entre uma e outra, motivo pelo qual também não conseguem entender a lei (no singular, uma vez que as divisões existentes no ordenamento jurídico são apenas fórmulas didáticas para seu estudo e aplicação setorizada). Entretanto, embora ainda exista uma pequena confusão entre um e outro conceito, todos percebem que o conjunto de regras que deveriam balizar aquilo que restou denominado "sociedade" simplesmente não funciona.
Continuar Lendo

O Que É o Valor?

Valor é algo muito subjetivo para ser definido de forma única. Contudo, é por meio dele que as pessoas interagem com tudo o que existe no mundo, incluindo as relações interpessoais. Através deles surgem os ímpetos e as inércias, as ações que refletirão em situações benéficas ou maléficas. Apesar disto, muitas pessoas não compreendem o que é o valor e como este se manifesta no cotidiano, motivo pelo qual este Enquirídio resolveu trazer algumas reflexões no intuito de ajudar para a formação da consciência humana mediante contextos e exemplos mais palpáveis.
Continuar Lendo

Esquizofrenia Ligada ao Misticismo e Filosofia?

Esquizofrenia, uma doença, em termos simplórios, complicada e de difícil tratamento, uma vez que a interação da família será praticamente perpétua no controle dos sintomas, certamente será o problema central do presente século. Os motivos são factíveis: basta compreender o valor da realidade atualmente para saber que há um limiar muito tênue dividindo o real do virtual, restando à vida indecisa sobre o que é melhor para ela. Contudo, este não é o tema desta postagem (deverá ser numa próxima publicação), mas outro igualmente preocupante e correlato.
Continuar Lendo

A Vida em Touch Screen

Seguindo adiante com mais outra reflexão (além daquela publicada sob o título Um Olhar Rift à Tecnologia), perceba como campanhas publicitárias (como a do vídeo deste link, produzido pela Samsung) faz qualquer monitor, embora altamente tecnológico, parecer item inseparável numa utópica modernidade vindoura. Aliás, praticamente tudo atualmente se resume ao famigerado touch screen, bastando um simples deslise de dedo para realizar inúmeras tarefas, dentre elas, informar-se: o principal - senão o único - objetivo deste e dos demais séculos que virão.
Continuar Lendo

Esoterismo: Por Onde Começar?

Esoterismo é a observação filosófica dos princípios herméticos da natureza universal. Assim sendo, compreender determinados aspectos intrínsecos e extrínsecos, ou seja, interiores e exteriores, requer o domínio de conhecimentos inicialmente complexos pela perspectiva neófita, daquele que inicia sua busca pela sabedoria. Entretanto, estas informações ocultadas sabiamente pelos mestres do passado possuem chaves para serem aprendidas. Nem todos conseguem atingir a dimensão dos ensinamentos, mas isto geralmente por ausência de instruções.
Continuar Lendo

Um Olhar Rift à Tecnologia

Compreenda, antes de tudo, que esta postagem nada mais é do que uma breve reflexão não sobre os (já reconhecidos) benefícios da tecnologia, mas das mazelas trazidas por esta ao longo das últimas décadas. O aspecto abordado se resume apenas ao contexto dos relacionamentos interpessoais, principal nicho das inovações em termos de rede. O que se pode perceber, ao menos na realidade brasileira, diante do dinamismo e, infelizmente, superficialismo criado pelas sociedades touch screen e universos completamente virtualizados?
Continuar Lendo

O Fluxo Muda Constantemente

Num dia você está com dinheiro, mas noutro ele simplesmente some. Certo tempo, parece que tudo ao seu redor se resume em problemas, embora possa sobrevir aquela calmaria logo adiante, quando praticamente qualquer coisa dá certo. Estes níveis oscilatórios são extremamente perceptíveis, pois o fluxo muda constantemente. Então, o que é este fluxo? Há como pará-lo ou mesmo reduzir sua intensidade oscilatória? A resposta é simples: não! Entretanto, faz parte deste Enquirídio lhe apresentar uma perspectiva, talvez, desconhecida, mas muito útil à plenitude da vida.
Continuar Lendo

Pensar Fora da Caixa: A Quarta Dimensão

Através do moroso processo de educação formal, desenvolvido exclusivamente em colégios e universidades (ao menos no Brasil), resta compreendido por tridimensionalidade o espaço composto pela largura, altura e profundidade. Entretanto, ninguém aprende nestes cursos conceitos relativos a quarta dimensão. Contudo, reflita brevemente acerca destas três simples perguntas: ela realmente existe? Como posso acessá-la? O que encontrarei? Parecerá paradoxal pensar em algo que é, mas não é, embora dependa do contexto aplicado.
Continuar Lendo

Medo de Envelhecer?

Envelhecer é motivo de vergonha? Neste século, parece que velhice é sinônimo de inutilidade. Entretanto, somente no aspecto humano, pois os objetos, mesas, cadeiras ou mesmo "relíquias" tecnológicas geralmente agregam valor, por vezes inestimável, com o passar do tempo. Para tanto, basta acompanhar certos canais de leilões para constatar tal informação. Então por que somente as pessoas não vinculam importância no decorrer da vida? Aliás, para muitas, somente o esteriótipo importa. Será que o homem é só aparência?
Continuar Lendo

Praticando a Observação da Mente

Pense por um minuto sobre quantas vezes você se curvou diante de supostas necessidades pessoais, adotando determinadas posturas, mesmo sabendo que essas mais adiante o deixariam desconsertado, arrependido ou frustrado. Muitas pessoas agem equivocadamente por não compreenderem os poderes da mente, que por ser negligenciada, acaba subvertendo a própria vontade, como se fosse uma criança sem limites, cujo impulso proveniente da ingenuidade se torna um alvo muito fácil perante as ofertas de um mundo materialista, competitivo e individualizado.
Continuar Lendo